Medico De Varizes Como Chama?

Medico De Varizes Como Chama

Como se chama médico especialista em varizes? – O médico especialista em varizes é o angiologista/cirurgião vascular, que estuda as doenças venosas, fazendo o diagnóstico, tratamento, acompanhamento e orientando medidas de prevenção dessa patologia. Além disso, o cirurgião vascular é o médico especializado nos procedimentos cirúrgicos que tratam as varizes.

O cirurgião vascular também cuida de vários outros problemas de saúde como estenoses de carótida, aneurismas de aorta, doenças arteriais obstrutivas dos membros, pé diabético, linfedemas, entre outros.

Mas por que é preciso buscar um médico especialista em veias e varizes?   O surgimento de vasinhos (telangiectasias) e varizes de membros inferiores sinaliza um mau funcionamento do sistema venoso, que merece investigação e tratamento adequados para cada caso.

Quem é o médico de varizes?

Medico De Varizes Como Chama Medico De Varizes Como Chama Você está na dúvida de qual o médico que cuida de varizes? Quer saber como se chama o médico de varizes? Quer saber qual especialidade trata varizes? A resposta o ” cirurgião vascular ” pode estar na ponta da língua e é a mais correta, mas sabe que existe outras especialidades dedicadas ao tratamento de varizes? O angiologista por exemplo. O angiologista é o médico dedicado ao tratamento clínico das doenças vasculares. Ele estudou os sistemas vasculares arteriais, venosos e linfático, mas sua formação e origem é um pouco diferente do cirurgião vascular. Ele começou fazendo clínica médica, e não cirurgia geral antes de fazer a especialidade.

  1. Muitas vezes sem o treinamento cirúrgico;
  2. De modo que ele faz os tratamento clínicos para varizes, além de alguns procedimentos ambulatoriais;
  3. Alguns estados brasileiros possuem a residência médica separada da cirurgia vascular de angiologia, em outros lugares a residência médica ocorre junto;

A angiologia, portanto, é uma especialidade reconhecida pelo MEC e CRM. O cirurgião vascular faz o que o angiologista faz, mas nem todo angiologista faz o que o cirurgião vascular faz. Outro especialista é o flebologista. “Flebo” vem de veias, portanto, o especialista ou “estudioso de veias”.

Enquanto a flebologia é reconhecida como especialidade separada da cirurgia vascular em alguns países, isso não ocorre no Brasil. Portanto, apesar de existir a Sociedade Brasileira de Flebologia e Linfologia, ela ainda não criou um título separado de flebologia.

De modo que, todos os flebologistas do Brasil são auto-declarados simplesmente porque se dedicam e estudam o assunto, mas não porque tem alguma especialidade diferente. A flebologia portanto, não é uma especialidade reconhecida pelo MEC e CRM até o momento.

  • Existem intensos esforços tentando mudar isso;
  • Alguns vasculares ainda se denominam “médico de varizes”, porque tratam varizes e nada mais;
  • LEIA TAMBÉM:  Diabetes Mellitus A minha dica é, se não quiser ter dúvidas ou problemas no tratamento de varizes, busque quem estudou o sistema venoso e se dedica a ele;
See also:  Como Conseguir Medico De Cabecera?

Um cirurgião vascular que faça a flebologia no estado da arte. A Equipe Vascular. pro e Amato – Instituto de Medicina Avançada oferece os mais avançados tratamentos em flebologia, por cirurgiões vasculares e angiologistas renomados e titulados. Além disso, publicamos vários trabalhos sobre o tratamento de varizes com laser Medico De Varizes Como Chama Prof. Dr. Alexandre Amato.

Quais são os fatores que causam as varizes?

Quais sintomas inspiram a buscar um médico de veias e varizes? – Para entender melhor quando buscar um médico especialista em varizes, é preciso saber como esse problema se manifesta: varizes são veias anormais, dilatadas e tortuosas, que podem ficar salientes na pele, com diâmetro maior ou igual a 4 mm, fruto de uma alteração funcional da circulação venosa no organismo.

As microvarizes (ou veias reticulares/nutridoras) são veias dilatadas e tortuosas, com diâmetro entre 1mm e 4 mm, que tem relação direta com o surgimento dos vasinhos. Os vasinhos (ou telangiectasias) são veias superficiais dilatadas, com diâmetro de até 1 mm, de coloração avermelhada ou azulada.

As varizes podem surgir em várias partes do corpo, como as varizes pélvicas, mas normalmente, se manifestam mais nos membros inferiores. O surgimento das varizes pode ocorrer por diversos fatores:

  • Congênita: o indivíduo nasce com uma malformação vascular que favorece o surgimento de varizes. Representa a menor percentagem dos casos (1-3%). ;
  • Primárias ou essenciais : tem um componente hereditário e representa a principal causa de varizes, atingindo o sistema superficial e/ou profundo de veias. As válvulas das veias são insuficientes e as paredes são mais flácidas;
  • Secundárias: surgem por obstrução ao fluxo venoso ou mau funcionamento das válvulas das veias após episódio de trombose venosa.

Muitas vezes, as pessoas associam as dores nas pernas e cansaços ao final do dia apenas a uma rotina atribulada e nem percebem que precisam buscar um médico para avaliar esses sintomas, que podem representar muito mais que apenas um cotidiano estressante. Os sintomas relacionados à doença venosa crônica de membros inferiores possuem um amplo espectro, podendo surgir: dores em peso, queimações, cansaço, formigamentos, cãibras, coceiras e ressecamento de pele, manchas na pele,  inchaços, entre outros. Portanto, ter informação e ciência de que esses sintomas, muitas vezes comuns, podem ser secundários a uma patologia vascular, é fundamental e o primeiro passo para procurar ajuda.

See also:  En Que Consiste El Reconocimiento Medico?

Ignorar estes sintomas por muito tempo, pode levar a complicações como flebites, tromboses venosas profundas, sangramentos (varicorragias), endurecimento do tecido de gordura abaixo da pele, sendo o último estágio o aparecimento da úlcera varicosa, causa importante de infecções, absenteísmo no trabalho, baixa autoestima e isolamento social.

Portanto, buscar um médico especialista no tratamento de varizes vai proporcionar um diagnóstico e tratamento adequados, com melhora na qualidade de vida e auto-estima, além de evitar complicações como hemorragias, trombose venosa profunda e úlcera venosa crônica.

O que é o laser de varizes e quais são os seus benefícios?

Médico de varizes e tratamentos do quadro – A realização da cirurgia pelo médico de varizes é o método mais seguro para tratar o problema de varizes grossas, além de ser o procedimento que traz menos riscos. O médico de varizes realiza o desligamento em dois pontos da veia doente e, depois, faz a retirada da mesma.

O paciente não precisa ficar internado por muitos dias e, dependendo do caso, a recuperação leva de uma a três semanas. Quando a pessoa tem pequenos vasos, o tratamento indicado é a escleroterapia química.

Nesse caso, o profissional injeta na veia doente uma substância a fim de forçar a circular por veias próximas. Outro procedimento é a crioescleroterapia. Nessa situação, será injetada na pessoa uma substância de 40 graus negativos. Como o frio é intenso, ele será capaz de destruir as paredes internas do vaso que vão desaparecer sob a pele.

Essa ação não exige internação e pode ser feita em pessoas que tem vasos ou varizes pequenas. A espuma esclerosante é um método já consolidado na Europa, mas que tem espaço aqui no Brasil. Uma substância tipo mousse é injetada e a partir da mistura do líquido com o ar, a veia doente é desativada.

See also:  Como Cambiar El Numero De Telefono En El Medico?

No tratamento a laser, as veias são queimadas devido ao aumento da temperatura, porém elas não são removidas. A pessoa não sofre com sangramentos e cortes. O médico de varizes insere no paciente uma agulha pequena e o laser percorre toda a veia que está doente e isso faz com que ela fique sem função.

Quanto tempo dura o desligamento de varizes?

Médico de varizes e tratamentos do quadro – A realização da cirurgia pelo médico de varizes é o método mais seguro para tratar o problema de varizes grossas, além de ser o procedimento que traz menos riscos. O médico de varizes realiza o desligamento em dois pontos da veia doente e, depois, faz a retirada da mesma.

O paciente não precisa ficar internado por muitos dias e, dependendo do caso, a recuperação leva de uma a três semanas. Quando a pessoa tem pequenos vasos, o tratamento indicado é a escleroterapia química.

Nesse caso, o profissional injeta na veia doente uma substância a fim de forçar a circular por veias próximas. Outro procedimento é a crioescleroterapia. Nessa situação, será injetada na pessoa uma substância de 40 graus negativos. Como o frio é intenso, ele será capaz de destruir as paredes internas do vaso que vão desaparecer sob a pele.

Essa ação não exige internação e pode ser feita em pessoas que tem vasos ou varizes pequenas. A espuma esclerosante é um método já consolidado na Europa, mas que tem espaço aqui no Brasil. Uma substância tipo mousse é injetada e a partir da mistura do líquido com o ar, a veia doente é desativada.

No tratamento a laser, as veias são queimadas devido ao aumento da temperatura, porém elas não são removidas. A pessoa não sofre com sangramentos e cortes. O médico de varizes insere no paciente uma agulha pequena e o laser percorre toda a veia que está doente e isso faz com que ela fique sem função.

Adblock
detector